loader

Nematoides nos sistemas de produção de Mato Grosso

12 mai, 2021

A sequência de culturas suscetíveis atua de forma definitiva para o aumento populacional dos fitonematoides; e o uso continuado de plantas hospedeiras favorece determinadas espécies que estão mais adaptadas aos agroecossistemas, de forma que, com o passar do tempo, essas passam a predominar e até inviabilizar o sistema produtivo. Portanto, o produtor deve conhecer os problemas que ocorrem em suas áreas, bem como, as melhores opções de manejo, para que as populações desses fitopatógenos sejam mantidas abaixo do nível de dano econômico. Como regra, tanto nos demais estados produtores do país quanto no estado de Mato Grosso, há cinco espécies nematóides que são consideradas capitais para a soja: o nematoide de cisto da soja (Heterodera glycines); o nematoide das lesões (Pratylenchus brachyurus); os nematoides das galhas (várias espécies, com destaque para Meloidogyne javanica e M. incognita) e o nematoide reniforme (Rotylenchulus reniformis).
banner image
image close